REVER Ateliê: “Amor”, de Carolina Horstmann

1488933_1429389177278737_1082664281_n
arte de Alan Britto [https://www.facebook.com/pages/Alan-Britto-Arte/602471686487185]

Amor:

Que seja a dois, a três
Com quantas pessoas for necessário

Mas deixemos de lado
A inércia do substantivo
Que em suas variâncias
É mais gostoso assim
Quando conjugado

Praticado no presente
com toda essa gente
Que sente
Que não se permite ser morna
Tão pouco, indiferente

Dar forma
Pr’esse sentimento
Que livremente se transforma
É colocar numa gaiola
Nossa essência coletiva

É nos adequar
a um constante senso comum
De ser mais um

E pra essa fome
De gente que sente
Eu quero mais amor
lascivo
nocivo
Que me arregace peito
e transborde
– me transforme
transforme inteiro-

Carolina Horstmann

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s