REVER Editorial – Abrindo os caminhos para o velho 2015

 

fotorever
Foto: Thay Rocha

As manifestações que já estão pipocando nesse começo de ano, vêm sacudindo, em certa medida, a conjuntura, trazendo bons ventos de esperança para os trabalhadores e oprimidos

*da Redação

Ontem, dia 7 de janeiro, trabalhadores da limpeza ocuparam as ruas de Aracaju para protestar contra as más condições de trabalho e os abusos das empresas que fazem a gestão da limpeza pública e privada em Sergipe. A mobilização faz parte da greve dos garis e margaridas, visivelmente anunciada desde o final do ano passado, quando algumas manifestações dos empregados da Torre, empresa terceirizada responsável pela limpeza da cidade, estouraram, desembocando num movimento paredista de dois dias.

O protesto dos agentes de limpeza se iniciou nesta manhã de quarta-feira no mesmo local onde se localiza uma estátua em homenagem aos garis e margaridas da cidade, no bairro do São Conrado, próximo à sede da Torre. Diferentemente do que a prefeitura e a empresa – responsáveis pela confecção do monumento que apresenta dois garis em posição triunfal – empurram para a opinião pública, o tratamento e a labuta dos peões das vassouras não são nada passíveis de comemoração. Nunca é demais relembrar que a Torre já foi denunciada por trabalho análogo ao escravo, além de ser condenada a pagar R$ 100 mil em indenizações por dano moral coletivo. (Veja matéria da Rever sobre trabalho análogo ao escravo em Sergipe)

Parece, sim, que 2015 já nasce velho. Um caduco. Entretanto, manifestações e lutas, que já estão pipocando nesse começo de ano, vêm sacudindo, em certa medida, a conjuntura, trazendo bons ventos de esperança para os trabalhadores e oprimidos.

E quem madruga é quem pode ver

Em Sergipe, a perda de direitos sociais, a repressão da PM e da Guarda Municipal de Aracaju e o desmando antipopular e reacionário dos políticos já vêm tirando o sono de muitos trabalhadores, estudantes e militantes sociais.

Ainda no final de 2014, na calada da noite do dia 17 de dezembro, a Câmara de Vereadores mostrou o que pretende para esse ano que chega. Em uma ação orquestrada pelo prefeito João Alves (DEM), os vereadores não só aumentaram a tarifa do ônibus como também legalizaram a privatização de espaços públicos de Aracaju num único golpe.

A nível estadual o novo-velho governo de Jackson Barreto (PMDB) já anuncia uma série de ataques aos trabalhadores sergipanos. Enquanto anuncia corte de direitos sob o discurso de uma crise vindoura, o governo arrocha e atrasa pagamento de salários, congela admissão de concursados, prejudica os aposentados e extingue algumas secretarias, como a Especial de Políticas para Mulheres (SEPM). Ao mesmo tempo anuncia um aumento inédito do efetivo policial, agora sob os comandos de Mendonça Prado (DEM), um dos principais homens do prefeito João Alves.

As medidas de Jackson Barreto são reproduzidas por praticamente todos os novos governadores do Brasil: mais polícia e menos direitos. Estamos vendo nos noticiários que ano também começou quente a nível nacional. Os pescadores de Santa Catarina mantiveram o porto de Itajaí fechado por mais de 30 horas em protesto. Para essa semana, mobilizações contra o aumento da tarifa do transporte estão agendadas para acontecer em diversas cidades. Em Aracaju, o ato está marcado para acontecer nesta sexta-feira, dia 9, às 14h, com concentração no Terminal DIA.

O nosso papel não é estipular que o presente ano, considerando as grandes manifestações, se assemelhará ao de 2014, mas manter o foco e nosso esforço na potencialização das lutas dos marginalizados sociais.

Por mais que 2015 se apresente como um velho acabado, não cabe a nós predizer sobre o devir dele, pois a realidade é de luta entre classes, e nesse embate, o papoco pode acontecer a qualquer momento.

Um comentário sobre “REVER Editorial – Abrindo os caminhos para o velho 2015

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s