Enegrecer as ruas no 20 de novembro

enegrecer alexis
Reunião de segmentos do movimento negro na sede do Abaô

O processo de construção coletiva do 20 de novembro tem sido uma experiência importante para a juventude na troca de experiências com os mais antigos e como um ponto de partida para novas iniciativas políticas em comum

*por Alexis Pedrão

Duas reuniões na sede da Abaô encaminharam os primeiros passos de uma articulação entre diversos segmentos do movimento negro sergipano com o objetivo comum de unificar ações para o fortalecimento da luta negra, em especial, a realização de uma marcha no dia 20 de novembro. Os motivos principais estão relacionados com a denúncia do racismo e o extermínio da juventude, a liberdade de culto e defesa das religiões de matriz africana, a necessidade da titulação das terras quilombolas, e outras questões urgentes. A defesa da cultura negra também está presente nas diversas formas de expressão como a dança e a música.

Em tempos de profunda crise econômica e duro ajuste fiscal que mantém a remuneração dos bancos e dos grandes investidores internacionais, mas avança no desemprego, redução de salário, terceirização e retirada de direitos sociais, sabemos que o peso maior recai sobre as costas da classe trabalhadora negra, que se encontra nos empregos mais precários e piores salários, além de problemas graves como a falta de moradia, encarceramento, etc. Um verdadeiro negro drama, nas palavras do poeta Brown. Nesse sentido, é fundamental a unidade do movimento negro para construir uma resistência e a virada ao nosso favor na correlação de forças.

Durante esse processo de construção coletivo o 20 de novembro tem sido uma experiência importante para a juventude na troca de experiências com os mais antigos e como um ponto de partida para novas iniciativas políticas em comum. Sendo assim, a mobilização já foi iniciada nas bases para realizarmos um grande ato público e para isso a proposta é envolver outros movimentos sociais, sindicais, de combate às opressões e de juventude. É necessário ampliar ao máximo a mobilização em torno dessa iniciativa enraizando a discussão negra em cada espaço da política.

Importante destacar que será elaborado um calendário de atividades que seja mais amplo que a data “20 de novembro”. A proposta é de divulgação conjunta das atividades já organizadas pelos movimento. Um outro cuidado diz respeito ao protagonismo das negras e negros e do não aparelhamento por lideranças partidárias e parlamentares. Não deve haver oportunismo e promoção de pessoas que não participem da luta histórica do movimento negro. Da mesma forma que deve existir o respeito por todos e todas que estão construindo.

A partir desse acúmulo há uma boa expectativa. E o espaço continua aberto para quem quiser somar. Como contribuição ao debate do movimento temos apresentado a questão do caráter dos governos atuais e da necessidade de superar as ilusões políticas de que há espaço para o diálogo quando na verdade estamos diante de tentativas sutis e explícitas de cooptação política. Pensamos que para o movimento negro avançar é preciso enfrentar a velha direita por meio da elite coronelista e dos grandes empresários, mas também o governo Dilma e o governo Jackson que nesse momento de crise têm optado por penalizar cada vez mais a classe trabalhadora negra.

Esse debate segue em aberto com o conjunto do movimento negro, como também nas demais frentes de atuação política. Mas na difícil conjuntura que vivenciamos hoje faremos a experiência de construir de forma ampla, com o devido respeito pelas diferentes posições políticas que estarão presentes a todo o momento, mas com a firmeza de unificar ao máximo a classe trabalhadora negra para não aceitar as chicotadas do ajuste fiscal e do crescimento do conservadorismo. Por tudo isso, e muito mais, daremos o melhor de nós para enegrecer as ruas deste 20 de novembro!

*Alexis Pedrão é militante do movimento Alicerce e colaborador da Revista Rever

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s