MTST Sergipe participa da Jornada Nacional por Teto e Trabalho

Em sua primeira aparição pública, o MTST Sergipe atende convocatória nacional para lutar por teto e trabalho diante das medidas de austeridade do governo Temer

*por Raul Marx
Colaboração Vinicius Oliveira

Cerca de 30 mil trabalhadoras e trabalhadores participaram na última terça-feira (19) da Jornada Nacional por Teto e Trabalho, que aconteceu em 10 estados do país. O evento foi convocado pelo Movimento  dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e faz parte de uma agenda de lutas do movimento por trabalho, teto e dignidade para o povo mais pobre, contra a política econômica do governo  Michel Temer e o congelamento dos programas habitacionais.

A coordenação estadual do MTST Sergipe, em sua primeira aparição pública, atendeu ao chamado e esteve presente no prédio do Ministério da Fazenda em Aracaju, no bairro Getúlio Vargas, para reivindicar as pautas da Jornada Nacional pelo direto à moradia. O movimento vem se articulando no estado desde a visita de Guilherme Boulos, liderança do MTST nacional, que ocorreu em maio deste ano.

A movimentação para construir a organização vem reunindo professores, estudantes, advogados, jornalistas e trabalhadores sem-teto da grande Aracaju, que perceberam a necessidade de construir um movimento por moradia digna, direito à cidade e autonomia frente aos governos federal, estadual e municipal.

“Estamos na luta nacional, mas também pressionamos para que o órgão apresente diálogo com a Caixa Econômica para construção de casas populares no estado que atinge um déficit habitacional de mais de 70 mil famílias. Viemos protocolar esse pedido, mas avisamos que só estamos começando e nos manteremos na luta contra a Reforma da Previdência e da retirada de direitos, por isso somos pelo Fora Temer também” afirmou Silvanei Bahia, do MTST Sergipe.

O MTST surgiu em 1997 como um desdobramento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Hoje, o movimento ganhou autonomia e vem organizando milhares de trabalhadores nas grandes cidades, trazendo para o centro do debate e das lutas a Reforma Urbana e um modelo de cidade mais democrático e inclusivo.

Apesar das dificuldades, o Movimento conseguiu entregar e protocolar o documento com as exigências ao superintendente e ao setor responsável no Ministério da Fazenda. O MTST inicia suas atividades em Sergipe prometendo que a luta apenas começou.

*Raul Marx é midiativista, estudante de jornalismo e mestrando em cinema.

Um comentário sobre “MTST Sergipe participa da Jornada Nacional por Teto e Trabalho

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s