Dark MC – A voz de um pregador da realidade

(Fotografia tirada da página de Dark MC/ Evento São Mateus em Movimento -2017, SP)

Nova música de Dark MC faz uma série de questionamentos, sobretudo pela perda de duas pessoas importantes na vida dele e para a cultura Hip Hop de Salvador

*por Henrique Oliveira

Na quinta – feira dia 28, o rapper Dark MC completou 23 anos de idade, mas quem ganhou presente foi o público do Rap baiano e brasileiro, com o lançamento da sua nova música “A voz de um Pregador” no seu canal do Youtube.

Em cima de um boombap produzido por King Daka do Estúdio Terror da Leste, Dark MC traz uma letra carregada de reflexões e muito emocionante, e no refrão cantado por City Black, Dark diz que nessa nova faixa ele veio para “pregar a dor dos irmãos que estão presos na cela”, que é pecador como qualquer ser humano e “que no peito carrega a dor dos irmãos que foram para gaveta” fria do IML.

A música traz uma série de questionamentos que o MC faz, sobretudo pela perda de duas pessoas importantes na vida dele e para a cultura Hip Hop de Salvador, como as mortes de Vinicíus “Beiço” um amigo de infância do de Dark, e “Obzo” que era envolvido com arte de rua, como pixação e ativo nos eventos de Rap.

Dark faz uma crítica ao sistema prisional brasileiro, apontando que o mesmo não serve para a ressocialização da pessoa, pelo contrário, como diz o cantor “quem entra só sai com o globo [cabeça] deturpado”, e que os presídios fazem parte de um esquema de lavagem de dinheiro e lucro, com o encarceramento em massa. E partir disso não podemos nos esquecer dos massacres que aconteceram nos presídios em Roraima, Manaus e Rio Grande do Norte no começo desse ano, todos eles superlotados. Em que no Complexo Penitenciário Anísio Jobim na cidade de Manaus, que é administrado por uma empresa privada, onde aconteceram 56 mortes, estava com  170% a mais de presos para sua real capacidade, com fortes indícios de superfaturamento, porque no presídio público cada pessoa custa em média  2,400 R$, e nesse presídio os custos que o Estado repassava para a empresa era de 4,709,78R$ por pessoa.

E no país que registra mais de 60.000 homicídios por ano, no qual as Polícias matam uma média de 5 pessoas por dia, onde favelas são disputadas pro grupos que querem controlar o tráfico de drogas, ocupadas por tanques e soldados, Dark MC faz uma pergunta à todos nós, “quem é que lucra com essa guerra, a funerária ou as fantásticas fábricas de armas?” Mas como ele continua dizendo, quem perde com a trégua da guerra é quem governa essa terra, pedindo paz na televisão e na prática dizima a população negra. Na semana passada, por exemplo, operações da Polícia Militar mataram em 3 dias, 5 pessoas na região do Nordeste de Amaralina, todos eles jovens negros, que são as principais vítimas dos homicídios no país.

E como não poderia deixar de faltar, Dark traz uma crítica as mais diferentes formas de Genocídio do Povo Negro, dessa vez aponta para o tratamento no sistema de saúde “o que dizer para o menino que viu seu Pai não ser atendido por ter ‘cor de bandido’, morrer como animal em cima da maca”. Em 2006 o ex Ministro da Saúde, Agenor Álvares, admitiu que existia Racismo  no atendimento do Sistema Único de Sáude (SUS), em que o reflexo eram  diagnósticos incompletos, exames que não são realizados e ausência de toque no corpo das pessoas negras. E as mulheres negras são 60% das Mães que morrem durante o parto, porque existe um tratamento diferente que submete as mulheres negras a esperar mais tempo sentido dor e o desprezo pelas suas vidas de forma geral.

No final da música, a letra demonstra o compromisso de Dark MC com o Rap, assim como disse o eterno Sabotage “luto para não vê em meu gueto a escravidão, mudo é conhecer em meu peito a escuridão, luto é vê morrer os pretos meus irmãos, tudo para viver bem, para vala, não!”

A Revista Rever deseja vida longa a Dark MC.

*Henrique Oliveira escreve para a Revista Rever/ Salvador.

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s