Ocupação MTST Sergipe

Aracaju, novembro de 2017, bairro Japãozinho.

Mais de mil famílias sem-teto ocupam terreno sem função social na zona norte da capital sergipana. Crianças, idosos, famílias, mães solteiras, jovens casais, trabalhadores, desempregados. São diversas as realidades das pessoas que lutam pelo direito a moradia.

O ensaio de Luli Morante revela a resistência e a organização da comunidade que enfrenta a contradição das grandes cidades, onde o direito a moradia ainda constitui como privilégio negado aos mais pobres.

Confira o ensaio completo em nossa página no facebook: https://www.facebook.com/revistarever/

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s