Saudações às cadeiras vermelhas

Por Henrique Maynart* Rua Cedro, sem número. Bairro São José. Aracaju- Terceiro Mundo.  Estádio Estadual Lourival Batista, domicílio pomposo de nome e concreto. Patrimônio das bandas de Serigy extraído das vísceras da ditadura civil-militar e suas pretensões faraônicas, palco das melhores rivalidades que habitam as redondezas. Inaugurado em nove de julho de 1969, no auge dos porões que o AI-5 que arremessavam nossos direitos fundamentais … Continuar lendo Saudações às cadeiras vermelhas

O Ministério Público da Bahia e o desprezo pela vida negra

A crescente letalidade da ação policial não é acompanhada por um maior controle externo do Ministério Público, nem mesmo quando a ação policial é questionada pelos familiares das vítimas da violência policial *por Henrique Oliveira O Ministério Público enquanto instituição tem sua origem marcada por controvérsias, a mais comum é que seus antecedentes são os procuradores do rei no direito francês, que tinham o dever … Continuar lendo O Ministério Público da Bahia e o desprezo pela vida negra

PEQUENO VOLUME DE POESIAS

Há tanto de inspiração como de elaboração linguística nos versos de Allan Jonnes por Romero Venâncio O poeta Allan Jonnes sabe do verso. Sabe da forma. E trabalha as palavras na visceralidade de sua juventude e de suas dores. Falamos desse “Pequeno volume” publicado em Aracaju no ano da graça de 2016. Uma “seleção” de poemas sem títulos (talvez porque todo esse conjunto de versos … Continuar lendo PEQUENO VOLUME DE POESIAS

A revolta do Makro

(Foto: Portalarde) Trabalhadores da construção civil se revoltaram após descobrirem que a oferta de emprego se passava de um boato *por Alexis Pedrão No primeiro dia do mês um protesto paralisou o trânsito em grande parte de Aracaju. Centenas de trabalhadores da construção civil foram ao Makro em busca de emprego, mas ao chegarem no local descobriram que a oferta de trabalho não passava de … Continuar lendo A revolta do Makro

Por que é importante contribuir com a revista Rever?

Os limites e dificuldades da Rever são ao mesmo tempo a abertura para que se avance em uma construção cotidiana cada vez mais coletiva *por Alexis Pedrão “Adivinha doutor, quem está de volta na praça?” A Revista Rever! Um espaço eletrônico que nasce em 2012 com o objetivo de ser uma revista online que confluisse textos e produções alternativas com um teor crítico. Ao detectar … Continuar lendo Por que é importante contribuir com a revista Rever?

O tráfico de drogas e seus políticos

“O tráfico de drogas é a atividade criminosa mais lucrativa do mundo. E logicamente que esse dinheiro não é transportado em mochilas, ele é investido nos mais diversos setores, entres eles o setor financeiro, os bancos” *por Henrique Oliveira No imaginário da sociedade brasileira, o traficante de drogas é encarado apenas como um jovem negro, pobre e que mora na periferia, pois esse é praticamente … Continuar lendo O tráfico de drogas e seus políticos

Rombo na Previdência Social, uma mentira repetida

“Uma das principais propostas da reforma da Previdência Social é a criação de uma idade mínima, pois segundo o governo, a mídia e os empresários, o trabalhador brasileiro se aposenta muito cedo“ por Henrique Oliveira Uma mentira repetidas mil vezes, se torna verdade, já disse o ex-ministro da propaganda do regime Nazista, Joseph Goebbles. E uma das mentiras que é incansavelmente repetida pelo governo e … Continuar lendo Rombo na Previdência Social, uma mentira repetida

Enegrecer as ruas no 20 de novembro

O processo de construção coletiva do 20 de novembro tem sido uma experiência importante para a juventude na troca de experiências com os mais antigos e como um ponto de partida para novas iniciativas políticas em comum *por Alexis Pedrão Duas reuniões na sede da Abaô encaminharam os primeiros passos de uma articulação entre diversos segmentos do movimento negro sergipano com o objetivo comum de … Continuar lendo Enegrecer as ruas no 20 de novembro

A atual crise do capitalismo e seus efeitos em Sergipe: o caso da Vulcabrás/Azaléia

A perda de milhares de empregos diante da saída da empresa de Sergipe é um ótimo experimento da atual dinâmica da economia mundial. Estamos preparados para entendê-la e enfrentá-la?  *por Leomir C. Hilário. Há pouco mais de um ano escrevi para a Revista REVER um texto intitulado “Pré-sal: riqueza fictícia, disputa irreal”. Meu objetivo era, dentre outros, chamar a atenção para o fato de que … Continuar lendo A atual crise do capitalismo e seus efeitos em Sergipe: o caso da Vulcabrás/Azaléia